Z Arquitetura.

Engenharia de Produção UFPE
-----------------------------------------------------------------------
Localização: Campus da UFPE, Recife2012
Tipologia: Educacional
Status: Construída
-----------------------------------------------------------------------
Arquiteto(s): Múcio Jucá; Vera Freire.
-----------------------------------------------------------------------

A edificação tem área de construção total de 2.571,00m2, sendo a área útil destinada aos laboratórios e secretaria de 1.639,20 m2, visando atender às atividades de pesquisa e também administrativas do referido Programa de Pós-Graduação.

Sob o ponto de vista programático, a edificação visa atender a demanda de criação de espaços destinados a laboratórios de pesquisa, que foram delimitados em função de necessidades programáticas e do número específico de usuários.

O conjunto edificado está distribuído em dois blocos, que estarão dispostos em sistema de meio-pavimento, com alturas desniveladas em 1.60 metros, facilitando assim a solução da circulação vertical, que está localizada entre os dois blocos, e está caracterizada pela ausência de elevadores. 

Esta premissa foi um importante condicionante de projeto, definido pelos representantes do referido Departamento, como forma de reduzir custos de manutenção da edificação a médio e longo prazo.

Como consequência desta premissa, o Projeto Arquitetônico foi concebido a partir da utilização de rampas e escadas, para garantir o acesso aos quatro níveis operacionais / funcionais, e em atendimento às normas de acessibilidade universal, sem a utilização de soluções mecânicas tradicionais.

Dois volumes de banheiros estão também localizados na parte central do conjunto, mas posicionados entre as rampas. Sobre esses volumes estarão localizados os reservatórios superiores, racionalizando assim o posicionamento de prumadas e distribuição de ramais para hidrantes. Esses volumes comportarão também SHAFTS destinados às instalações especiais: lógica, elétrica, ar-condicionado. 

O BLOCO LESTE terá o pavimento térreo ocupado pela parte administrativa do Programa de Pós-Graduação do Departamento, enquanto o BLOCO OESTE funcionará como plano livre e pilotis em pé-direito duplo, criando assim uma área coberta que poderá ser utilizada pela comunidade universitária. Essa proposta visa retomar a tipologia original de outras edificações do Campus universitário quando de sua concepção inicial na década de 1960, mas que foram ocupadas gradativamente ao longo dos anos, perdendo as características originais.

Esta área terá fechamento a partir da extensiva utilização de material em metalon, com peças de 2” por 2”, e afastamento de peças verticais de 15 cm e 20 cm, que além de garantir a adequada segurança, permite a permeabilidade visual entre espaço interno e espaço externo e também a proteção parcial dessas áreas contra os rigores da insolação.

Na coberta estarão localizadas as áreas funcionais da edificação, tais como reservatório superior, local para condensadores e acesso para a manutenção da coberta.