Z Arquitetura.

Centro Cultural de Afogados da Ingazeira
-----------------------------------------------------------------------
Localização: Afogados da Ingazeira, PE2006
Tipologia: Centro cultural e conservatório de música
Status: Projeto
-----------------------------------------------------------------------
Arquiteto(s): Múcio Jucá; Vera Freire.
-----------------------------------------------------------------------

Imagens: Renato Feitosa

Centro Cultural localizado em terreno de topografia acidentada em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú. Trata-se de uma região de clima semiárido, caracterizada pela paisagem de sertão e pouca vegetação.

O programa exigia a criação 4 espaços distintos, para abrigar as funções de Biblioteca, escola de música, cine-teatro e galeria de exposições. Partindo desta condição, a premissa principal de projeto consiste na criação de soluções volumétrica-espaciais distintas para cada uma dessas funções / atividades, mas que acabam por compor um conjunto único, de força plástica destacada.

Os volumes foram posicionados para criar um pátio interno, integrado fisicamente e visualmente aos espaços de cine-teatro (portas pivotantes) e galeria de exposições, mas também à escola de música, na intenção de promover encontros e parcerias entre os usuários do conjunto.

O conjunto apresenta solução de proporção horizontal, concebido para facilitar a acessibilidade em padrão universal, e minimizar o impacto no contexto urbano.


Cultural Centre located in a rugged topography site in Afogados da Ingazeira. This is a region of semi-arid climate, characterized by the landscape of dry land and little vegetation. 

The program of requirements seeks to accomodate 4 distinct functions or activities: the public Library, a music school, a cine-theater and an exhibition hall. Based on this condition, the main premise of the project is the creation of different volumetric-spatial solutions for each of these functions / activities, but which end up comprising a unique volumetric outcome.

The different buildings were positioned to create an internal courtyard, physically and visually integrated to the spaces of cine-theater (pivoting doors) and exhibition gallery, but also to the music school, with the intention of promoting meetings and partnerships between the users of the cultural centre.